Publicado em: 04/01/2020

O e-commerce se destacou em 2020 e não foi à toa. Por muitos meses, comprar online era a única saída diante do isolamento social.

As vendas do e-commerce no Brasil agora em 2021 devem continuar crescendo. Segundo expectativa da Ebit|Nielsen as vendas devem crescer 26%, atingindo um faturamento de R$110 bilhões, mantendo a força do setor.


Segundo a pesquisa, o desempenho do e-commerce deste ano será impulsionado pelo crescimento do número de consumidores, fortalecimento de e-commerces locais, fortalecimento dos marketplaces e amadurecimento do setor de logística para agilizar a entrega em busca de eficiência operacional.


A análise ainda verificou que os consumidores que compraram online no ano de 2020, 95% deles pretendem continuar comprando online neste ano. A líder de Ebit|Nielsen, Julia Avila afirma: “Muitos consumidores entraram em 2020 por conta da pandemia e do confinamento e vemos que eles realmente se adaptaram e entraram para ficar”.

“O ambiente mais confortável para o consumidor é acompanhado pela maior qualificação e preparo das lojas, seja grandes marketplaces, seja pequenas lojas que tiveram que entrar no ambiente online por conta da pandemia”, explicou Avila.


Crescimento contido 

De acordo com o Boletim Focus, do Banco Central, os principais agentes do mercado financeiro esperam que a atividade econômica se expanda 3% neste ano, o que não seria capaz de retomar a queda do ano passado, de cerca de 5%, assim como uma alta nos preços.

Julia Avila afirma que o ano de 2021 é de incertezas sobre confinamento, vacinação, expansão do vírus, fim do auxílio emergencial e desempregos em níveis elevados. Isso impõe limites a toda economia e o e-commerce não ficará de fora. Mas o e-commerce segue em níveis fortes porquê é a opção mais viável e confortável para esse ambiente instável.

De acordo com os números da Ebit|Nielsen, o resultado de 2021 virá acompanhado de um incremento de 16% no número de pedidos, para 225 milhões, e uma expansão de 9% no valor médio das vendas, para R$ 490.

As categorias que mais se devem destacar nas vendas online, conforme a Ebit|Nielsen, são: Alimentos e Bebidas; Arte e Antiguidade; Bebês e Cia; Casa e Decoração; Construção.



E o seu negócio já está vendendo online? Se ainda não, agora é a hora! 

Entre em contato com nossa equipe e podemos te ajudar. 


Não fique de fora do mundo online, não deixe de vender! 

Orçamento via Whatsapp

Compartilhe :)

Conteúdos que você pode ter interesse

Ver mais

Falar agora pelo whatsapp